SE EU FOSSE POETA

 

            Ah, se eu fosse poeta!

De qualquer texto faria,

Da poesia uma arte

Tão sublime, tão bela,

Que mostraria à janela,

Como se fora um estandarte!

 

Ah, se eu fosse poeta!

A vida eu cantaria,

Como tela colorida,

Pintada com cores da alma,

Ora agitada, ora calma,

Ora alegre ou dolorida!

 

Ah, se eu fosse poeta!

No meu poema diria,

Os sonhos que esvoaçam,

Nas asas da liberdade,

Dos tempos da mocidade,

Que de ternura me enlaçam.

 

Mas eu não sou um poeta!

Sou apenas um escrevedor,

De versos, rimas sem nexo,

Mas que ama a poesia!

Sou apenas fantasia,

O meu sonho, um reflexo.

 

 

Diamantino Almeida Santos

Voltar ao cantinho do Diamantino

23/02/2009