OFICIAIS FAZEM SEGURANÇA A INSTAÇÕES DE SARGENTOS

 

 

Certa altura aquando da passagem da coluna de abastecimentos de Mocimboa da Praia –Mueda O Amigo Furriel Cruz e Silva após o jantar  resolve embonecar-se de mulher, para tal meteu um lenço na cabeça, vestiu uma camisa clara, como mamas arranja umas meias e saia uma pequena toalha a fazer de mini.

Algumas vezes e aconteceu naquele dia um soldado passou por lá para beber um copo, era ao fim e ao cabo que queríamos. Foi despachado em grande velocidade depois de ter visto com a pouca luz que havia uma mulher branca boazona e boa como o milho na expressão que depois empregou, indo de seguida contar aos oficiais que os furriés tinam lá uma branca boazona.

Os oficiais logo a pós a noticia começaram a passar ronda a cumprimentar-nos a luz fraca claro que viam a boazona mas quando chegavam mais perto o Cruz e Silva metia-se num quarto. Como é de calcular era grande o esforço que fazíamos para não desatar à gargalhada. Todos nós fazíamos uma cara o mais séria possível.

Isto passou-se grande parte da noite. Se a memória não me atraiçoa os oficiais só vieram a saber da brincadeira passados alguns dias.

 
Um grande abraço para o Amigo Cruz e Silva, rápidas melhoras, se leres ainda dá para sorrir.

                                                                                                                                              António Nascimento 

                                                                                                        Ex- Furriel Miliciano da Companhia de Caçadores 1712

Voltar ao Cantinho do Nascimento