MOCIMBOA DO ROVUMA / MUEDA


                        A guarnição de  Mocimboa do Rovuma, como estáva quase a acabar o tempo de serviço no Norte, já não vinha
    reabastecer a Mueda há muito tempo e então quando houve substituição, por outra companhia,foi o meu pelotão, mais o
    esquadrão de cavalaria  que foi fazer a sobreposição.
                        Sabiamos que aquela picada ,não era longa, sendo no entanto muito perigosa.Saimos de Mueda, pela manhã, e demorámos
    muito tempo  a percorrer os poucos quilómetros, pois houve necessidade de picar e utilizar os detectores de metais.Apanhámos
    algumas minas e fornilhos mas chegámos sem emboscadas.Lá ficámos, não sei quanto tempo, a rações de combate e chegou
    a altura de preparar o regresso.Ao fazermos a preparação para o regresso, foi-me indicado que a minha viatura seria a última
    do pelotão e comecei a chamar o pessoal da minha secção onde, obviamante, estáva o Vilas Boas.Imediatamente antes da saída,
    veio têr comigo um soldado de cavalaria  informando que era o condutor do granadeiro ( que fecharia a coluna ) e que este não
    tinha travões.Chegou o tempo de saída e lá fomos nós a caminho de Mueda, onde, pouco tempo depois, houve uma forte
    emboscada, tendo o granadeiro embatido violentemento na nossa viatura, não havendo problemas pois ao primeiro tiro fomos
    imediatamente para o  chão.Ficámos imediatamente no limite da zona de morte, pois ainda me lembro de me terem caido alguns ramos
    de arvores, cortados  pelas balas.Após o tiroteio, e como habitualmente, fui percorrer a coluna perguntando se tinha havido
    problemas,quando alguém me respondeu - Vá vêr acima da berliet -, subi para a viatura e, perante o meu espanto, vi o corpo
    do Vilas Boas, já morto, de busto para cima, com um orificio na zona do pescoço.
                      Chegados a Mueda, e voltando a falar do assunto, fiquei a saber que o Vilas Boas, por iniciativa própria, decidiu
    mudar de viatura para poder continuar a falar com um camarada de outra secção e que tinha sido atingido antes de chegar ao chão.

                                                                       José Fernando Pascoal Monteiro ( Ex-Furriel Miliciano )
Regressar ao cantinho do Monteiro