BASE CENTRAL GUNGUNHANA

Uma pequena história dentro de outra aqui já contada

A operação á Base Central Gugunhana foi de uma grande envergadura e composta, pelo que me lembro, a 10ª Companhia de Comandos três pelotões da minha Companhia a C.Caç 1712 e pelo pelotão do nosso amigo José Monteiro, Da C.Caç 1710 .Peço desculpa se houve mais tropas envolvidas mas eu não me recordo.

Possivelmente no 2º dia de operação uns tiros para os lados onde ía o amigo José Monteiro. Ia naquele dia a comandar o meu pelotão o Alferes Miliciano Boaventura, chegado havia poucos dias do Puto. Quando se ouvem os tiros todos se mandam para o chão. O bom do nosso Alferes ficou apático, tendo eu me levantado e dar-lhe um grande palmadão nas costas, Coitado bateu com a cabeça numa laranjeira, mas calou-se e nada disse.

Passado mais de uma hora e o Alferes sempre atrás de mim, chama-me e diz-me Nascimento os meus óculos caíram-me quando me deste a palmada. Respondi e agora queres voltar a trás para ir procurá-los. Resposta estás parvo ou quê, mas não mais deixei de ir a trás de ti e quando fores cagar eu também vou. Passado pouco tempo passou aos serviços administrativos em Lourenço Marques.

 


Regresso ao Cantinho do Nascimento